terça-feira, 20 de outubro de 2009

Reencontrar um Amigo


Como é bom reencontrar um amigo. Recentemente falei pelo telefone com um que não matinha contato há aproximadamente 19 anos. Ele me recebeu com muita alegria e, pra minha agradável surpresa, com muita familiaridade e prazer por estar falando comigo.

O meu distante amigo tem uma fazenda em uma pequena e bucólica cidade no Meio Oeste Americano chamada Willow Lake. A cidadezinha é um lugar remoto que está situado no condado de Clark no estado de Dakota do Sul nos Estados Unidos e somente 294 pessoas moram por lá. A cidade tem esse nome porque ....... John Cone é culpado por uma grande paixão minha, ele me vendeu a minha primeira câmera fotográfica, um equipamento analógico que usava filmes de 35mm, que me deu muitas alegrias desde o momento em que o Mr. Cone me vendeu até o surgimento do advento da fotografia digital aonde a praticidade de ver as imagens em tempo real me deixou o suficientemente ocioso para nunca mais ter de revelar os meus próprios filmes em um laboratório improvisado no banheiro da minha casa.

Por US$ 150, resultado de quatro dias de trabalho cortando grama em um campo de golfe, comprei a câmera e um passeio por sua plantação de soja com direito a uma aula rápida de fotografia. A partir dali não parei mais de fotografar. Fotografava qualquer coisa que aparecesse na minha frente. O velho fazendeiro me ensinou que não era somente a câmera que importava e sim o olho que guarda as imagens.

- Preserve o olhar e a imagem está salva.



Nenhum comentário:

Postar um comentário