sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Pássaro passará



As vezes fico pensando como seria bom ser pássaro
Voar, voar nunca pensar em pousar
Não me preocupar em ser gente
Não me preocupar em ser crente de que existe algo mais do que voar

As vezes fico pensando como seria bom ser pássaro
Que não me sobrasse tempo nem para pousar
Ignorar o movimento continuou das pessoas
E com esse mundo não mais me preocupar

As vezes fico pensando como seria bom não ter ninguém
Com nenhum irmão me assemelhar
Não escutar suas queixas e nenhum deles amar

Mas as vezes penso que seria bom ser pássaro
E um dia sentir necessidade de pousar
E sentir inveja por não ser gente

2 comentários:

  1. Eu te acho mesmo o máximo, o teus textos, a tua fotografia, as tuas falas, tudo isso me faz querer sempre ter você perto de mim.
    Be mine

    (Ne Me Quitte Pas)

    ResponderExcluir
  2. Salmy, um dia também quis ser pássaro, depois refleti que o pássaro voa porque só sabe fazer isso para se locomover. Então preferi escrever assim: Não quero ser livre como um pássaro, quero escolher voar. (só pra contradizer o poeta rsrsr)

    ResponderExcluir